Post Recomendado

Quem deve gerir as redes sociais: o Marketing ou a Comunicação/PR?

Quem deve gerir as redes sociais corporativas de uma empresa? Os profissionais de relações públicas ou o marketing? De acordo com a recente pesquisa da The Creative Group, mais de metade (51%) dos profissionais de publicidade acreditam que as redes sociais devem ser uma responsabilidade das equipas de PR/comunicação. Já em 2013 esta mesma pesquisa concluiu que já 39% já tinham esta opinião. Diane Domeyer, diretora da Creative Group, explica a tendência numa frase: “O Social Media pode afetar a reputação de uma empresa e esta é a principal razão pela qual este canal deverá ser gerido pelas relações públicas”.Ler +

Instagram: contra a tirania do algoritmo, criar melhores conteúdos

O Instagram vai abraçar o algoritmo característico do Facebook como anunciado e assim entrar no negócio do conteúdo. Desde que as taxas de interação caíram em cerca 40% o ano passado, o Instagram tem vindo a trabalhar para que o seu ecossistema favoreça a participação dos utilizadores, e que acima de tudo privilegie a rentabilidade publicitária das marcas. Como consequência, estas mudanças fá-los-ão crescer e ser mais competitivos em comparação com as outras plataformas. O efeito imediato da ordenação de posts segundo o novo algoritmo implicou um decréscimo notável das visitas e uma nuvem de setas a pedir aos utilizadores que ativem as notificaçõesLer +

Como melhorar o seu blog?

Deixando de lado a obsessão de alguns por destituir o blog, o blog continua a ser uma peça fundamental em toda a estratégia, não só na estratégia de conteúdos mas também na estratégia global que queira traçar para o seu negócio: seja uma estratégia para vender produtos ou uma estratégia de marca pessoal, o blog serve para centralizar as atividades. E, sem sombra de dúvidas, os conteúdos vendem, se estiverem bem feitos. Como pode potenciar o blog? Potenciar um blog significa alcançar novas audiências que se identifiquem com os conteúdos que fazemos, alcançando o nosso público-alvo (e, em ultima instância,Ler +

Instagram, Twitter e Facebook abraçam o algoritmo para competir

No Facebook, Twitter e Instagram ficámos acostumados durante anos a uma leitura cronologicamente inversa das atualizações das pessoas ou marcas que seguíamos. No entanto, a evolução dos hábitos de consumo do conteúdo e o crescimento no volume de utilizadores desses serviços alteraram bastante esse panorama. Em 2009, o Facebook deu o primeiro passo para o seu atual sistema de organização, baseado num algoritmo mais ou menos social; depois do Twitter é agora o Instagram que faz um rasgo essencial no seu ADN. Depois de apresentar a opção o mês passado, o Twitter começou a ativar para todos os utilizadores, a sua timeline algorítmicaLer +