Post Recomendado

Quem deve gerir as redes sociais: o Marketing ou a Comunicação/PR?

Quem deve gerir as redes sociais corporativas de uma empresa? Os profissionais de relações públicas ou o marketing? De acordo com a recente pesquisa da The Creative Group, mais de metade (51%) dos profissionais de publicidade acreditam que as redes sociais devem ser uma responsabilidade das equipas de PR/comunicação. Já em 2013 esta mesma pesquisa concluiu que já 39% já tinham esta opinião. Diane Domeyer, diretora da Creative Group, explica a tendência numa frase: “O Social Media pode afetar a reputação de uma empresa e esta é a principal razão pela qual este canal deverá ser gerido pelas relações públicas”.Ler +

Estas são as razões porque o Facebook ainda precisa de supervisores humanos

A confusão instalou-se depois do Facebook ter despedido a sua equipa de supervisão de notícias para os seus Trending Topcis, que tinham como função principal filtrar as notícias mais relevantes para que fizessem parte do News Feed. Esta equipa foi substituída por outra equipa humana com menos preparação e um algoritmo, que segundo alguns membros da equipa anterior estão tão preparados como uma “quiche mal cozida“. Depender uma fonte de notícias relevante como o Trending Topic de um algoritmo incompleto e supervisionado por uma equipa humana inexperiente é um erro enorme. Tal como, ter sido descartada uma equipa já experiente, comLer +

Prós e contras do Facebook, Twitter, Instagram e as principais redes sociais

Temos repetido numa infinidade de artigos que o importante para um meio de comunicação ou uma marca não é estar numa determinada rede social, e muito menos em todas, mas sim saber escolher o canal mais adequado para difundir a sua mensagem. Compreender o enquadramento, e as particularidades de cada rede social, são a base indispensável para construir uma comunidade sólida e começar a obter benefícios. Com isto em mente, Visage, a ferramenta para criar infografias muito completas e atrativas de forma simples, e a agência de comunicação On Base Marketing resumiram os prós e os contra do Facebook, Twitter, Instagram e asLer +

Os primeiros segundos de um vídeo marcam o seu sucesso

O Facebook, recorrendo a dados Nielsen, informa que 47% do valor de uma campanha de vídeo reside nos primeiros três segundos da peça e que 74% do valor está nos primeiros dez segundos de cada vídeo. E assinala um panorama similar  no Twitter. O padrão que marca (e marcará) estratégias sociais é o crescente consumo de vídeos nos dipositivos móveis e é por isso que este artigo a duas mãos entre responsáveis do Twitter e Facebook é muito interessante. Jeffry Graham (Twitter) e Fidji Simo (Facebook) chegaram à mesma conclusão: não consumimos dados nos dispositivos móveis da mesma maneira queLer +