A economia da reputação

No início da década não era comum encontrarmos páginas de produto, serviços ou experiências, que nos permitissem avaliá-la através de ratings. Atualmente, a realidade é bastante diferente: todas as empresas permitem avaliar a satisfação dos seus clientes, quer seja por exemplo, a avaliação dos nossos restaurantes favoritos ou a qualidade dos serviços da Uber.

Até porque as tecnologias digitais registam todas as atividades (a chamada pegada online). Desde os seus hábitos de consumo até à sua localização física a cada momento. Todos estes dados geram uma versão digital do nosso eu que poderá determinar opções futuras (ou a suposição das mesmas). Assim, perguntamos: Como afeta a reputação online a nossa vida?

A reputação é poder

A nossa reputação define a forma de como as pessoas nos olham e o que podemos fazer com essa informação. Michael Fertik, CEO do Reputation.com, publicou em 2015 um livro, The Reputation Economy (A Economia da Reputação) onde realiza análises para inverter a reputação e conseguir que percebam a nossa notoriedade online e offline.

Trata-se sobretudo de um guia de branding pessoal: cada vez mais relevante num mundo caracterizado pelos seguidores que temos nas redes sociais ou outros tipos de métricas obtidas através dos canais digitais. Otimizar as pegadas que deixamos nestas plataformas irá ajudar-nos a ser mais bem-sucedidos no futuro. Já não restam dúvidas que todos os dados são cada vez mais importantes.

Dois terços das pessoas que responderam ao Marketing Land asseguram ler reviews online e os esmagadores 90% dos inquiridos confirmam que as opiniões positivas influenciam na sua decisão de compra. Assim, é notório que a reputação online afeta de forma crucial as tomadas de decisão do cliente.

Como podemos direcionar a reputação para obter resultados positivos?

Capitalizar a reputação online pode assegurar a melhoria da nossa categoria profissional, as vendas de um produto ou garantir vantagem social (no caso das redes sociais) relativamente aos que carecem desse benefício reputacional.

O principal motor dos resultados positivos é a simples e lógica solução de fazer as coisas bem feitas. Sabemos que tiraremos frutos de uma estratégia bem executada, constante e de um trabalho bem realizado. Basta apresentarmos um bom produto ou conteúdos interessantes nas redes sociais. No entanto, existem sempre grupos paralelos que não pertencem aos números. Estima-se que as reviews fraudulentas representem já 15% das avaliações falsas. Este facto obrigou os gingantes tecnológicos, como por exemplo a Amazon, a porem mãos à obra e descobrir todas as avaliações fraudulentas da sua empresa.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*