Como é o novo Modelo Operativo de Marketing?

A rapidez e a qualidade percebida de uma experiência pelo cliente está cada vez mais presente nas expectativas que cada consumidor tem na altura de comprar um produto ou receber um serviço. Desta forma, a exigência é cada vez maior para as empresas.

A tecnologia é uma peça chave e é dela que os especialistas da McKinsey & Company retiram a expressão martech para definir a combinação de novas estratégias ao serviço do Marketing. O que significa MOM, o novo Modelo Operativo de Marketing proposto?

O que é o MOM?

Para alcançar um novo Modelo Operativo de Marketing*, é necessário que estes três pontos funcionem:

  • Dados integrados do consumidor: Conseguir os dados de um cliente não é o desafio. Este processo é algo que as empresas fazem há já vários anos e a tecnologia permite agora, mais do que nunca, combinar bases de dados e tabelas que contenham todo o tipo de dados sobre as preferências do cliente, assim como qualquer outra informação. O verdadeiro desafio está em juntar toda a informação dos dados para criar um perfil individual do consumidor.
  • Tomada de decisões: Concretizando um perfil, as empresas podem avaliar os clientes baseando-se em critérios de potencial, permitindo aos departamentos de Marketing priorizar quais são as mensagens, ofertas e experiências que podem oferecer ao consumidor na altura da tomada de decisão. É aqui que entra em ação o machine learning que ajuda a associar os clientes adequados ao que lhes vamos oferecer.
  • Plataformas de distribuição: As plataformas tecnológicas específicas do Marketing integram as avaliações do cliente e servem para utilizar a mensagem adequada, através de todos os canais disponíveis. Por outro lado, estas plataformas podem rastrear as respostas, conversação e o valor gerado para que o MOM aprenda e se ajuste aos novos requisitos.

O verdadeiro valor deste novo modelo operativo consiste em juntar todos os elementos.

Como colocar em prática o MOM?

De acordo com o estudo dos especialistas, as empresas que implementam tecnologia específica para o Marketing (o martech) conseguem resultados positivos, se forem capazes de unir esforços com o departamento de IT de forma rápida. Mais de três quartos das empresas analisadas conseguiram alcançar mais de 16% nos seus resultados económicos.

O estudo mostra que o martech é uma ferramenta de longa duração, sendo difícil alcançar resultados rápidos. Esta aposta é definitivamente a longo prazo e deve estar sempre ligada aos esforços dos departamentos de tecnologia. De todas as empresas analisadas, um quarto destas conseguiram resultados positivos e apresentam uma presença ativa de especialistas nesta tecnologia, inseridos nas áreas de Marketing.

Por último, a aposta em novos talentos que tenham conhecimento nestes dois mundos é fundamental. Os especialistas da McKinsey terminam o seu relatório defendendo que as empresas devem ficar atentas ao sistema enquanto não perdem de vista o cliente, para adaptar o primeiro às necessidades deste último.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*