As três características do Newsjacking

Newsjacking

O ano passado foi a consolidação do newsjacking para potenciar o marketing em tempo real em Social MediaDavid Meerman Scott recuperou o conceito, e escreveu um livro, onde explica que o newsjacking consiste em:

“Prever o próximo interesse de uma notícia ou evento e criar um conteúdo relacionado que aproveite a popularidade do evento para receber mais atenção da que normalmente iria atrair.”

Um bom exemplo foram os descontos na compra dos e-reader Kindle da Amazon. O fabricante criou um desconto especial quando o regulador aéreo da EE.UU. revogou a proibição de ligar aparelhos eletrónicos durante o voo. Sem a notícia, teria sido só mais um desconto que só os interessados no momento teriam tido conhecimento. Graças à oportunidade, o desconto converteu-se em parte da notícia.

Uma ação de newsjacking deve ter pelo menos três características:

Chamativa: Seja pelo sentido de humor, por romper convenções ou pela novidade, captar a atenção continua a ser uma das principais metas. Só que nesta ocasião contamos com o apoio de uma notícia.

Relevante: Para que o conteúdo seja associado à notícia, tem que ter algo em comum com ela. Tem que se tornar parte desta, ampliar a informação, complementá-la ou analisá-la de algum modo. Pode ser simplesmente, fazer referência a ela de forma original. É importante também compreender a seriedade e o estilo da notícia e manter a coerência para fugir a polémicas. Este componente faz com que, no melhor dos casos, o nosso conteúdo possa chegar a ser citado pela imprensa.

Partilhável: Estamos a associar-nos à viralidade de um facto. Quanto maior for a facilidade para sermos compartilhados ou citados, melhor.

O uso desta técnica não se restringe a eventos populares ou notícias imediatas (embora os casos mais conhecidos ou relevantes se encaixem nesta situação). A leitura quotidiana que as marcas fazem dos meios especializados no seu sector proporciona muitas oportunidades para produzir conteúdo que as faça mais atrativas para outras marcas, oferecendo análises e o ponto de vista de outros profissionais. Novamente, o know-how da marca é um ativo que se pode explorar.

Via | Word Of Mouth
Tinkle | O valor do ‘newsjacking’ dirigido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*