Agora e possível procurar perfis do Facebook no Google e abrir o conteúdo na app

11762831134_1eb0468502_z

A Google tem conhecimento há algum tempo que o futuro é móvel, e que todos os avanços nas buscas para dispositivos móveis converteram-se em magníficos benefícios, no sentido de que poderá continuar a manter o seu status privilegiado por mais tempo. Até agora, tem-se falado do Facebook como a principal escolha ou competidor (segundo se verifica), uma vez que está a crescer, tanto o número de utilizadores da rede social, como o tráfico que deriva dela para outras webs (sem passar pelo Google).

Agora, num movimento até certo ponto surpreendente, o Facebook abre as portas do seu precioso jardim à Google e permite indexar alguma informação pública (não o que está por baixo do filtro de privacidade) para mostrar resultados nas suas páginas de buscas. O combo está quando um utilizador faz click num desses resultados, pode abrir o conteúdo diretamente na app do Facebook para Android, sem necessidade de passar por um navegador, como por exemplo o Chrome.

O que significa isto? Que o Facebook tem o grande interesse em aparecer desta maneira nos resultados de busca do Google. O mero feito de atrair tráfico para a sua app desde o motor de busca potência duas coisas: o crescimento da própria app do Facebook (de momento é a versão do Android), e ao mesmo tempo dá razão ao Google por apostar no móvel a curto prazo.

As aplicações de smartphone eram até agora um terreno vedado para a Google. Além disso, nas redes sociais como o Facebook, a privacidade é algo que pode bloquear (e de facto deve fazê-lo) os conteúdos que os utilizadores não querem partilhar com o público geral, e só com contactos escolhidos. Este terreno está e continuará vedado porque a lógica se impõe: se nós como utilizadores não queremos que qualquer um possa ver o que partilhamos, é impossível que a Google possa aceder a essas parcelas. O equivalente no Twitter é a conta privada.

Isto é um win-win em todas as regras para os dois gigantes porque:

  1. Continuamos a confiar no Google para fazer as nossas buscas a partir do telemóvel.
  2. O Facebook atrai tráfico para a sua app através dos resultados de busca e não só através da sua própria app e web.

O acesso das “aranhas” do Google à informação através das aplicações só é possível se o proprietário das aplicações permite o acesso. Isto é a chave do futuro porque a abertura parcial dessas “teias” depende que as ditas aplicações cresçam, se o quiserem fazer à custa do Google. É um movimento interessante do Facebook, ao permitir essa exploração pelos robots da Google.

Foto | Frank de Kleine

A segurança e saúde de todos é a nossa prioridade. Por favor, leia atentamente as informações neste link sobre a prevenção da COVID-19 antes de entrar nos nossos escritórios para qualquer visita, reunião ou evento.