Assim se fazem histórias para o Snapchat na NPR

Así hacen historias para Snapchat en NPR

A NPR, uma produtora com capital público e privado, que cria conteúdo para 900 emissoras de rádio públicas nos Estados Unidos, tem muito a dizer sobre uma plataforma social tão recente e aparentemente tão distante dos velhos padrões comunicacionais ainda presentes na rádio, como é o Snapchat.

Vesta Partovi, responsável da NPR para o canal explica neste artigo como são criadas as histórias para o Snapchat, apoiando-se em quatro conceitos chave: storyboarding, captioning, collaborating, and engaging. Quando uma história entra, os redatores e produtores da equipa de Social Media colaboram para lhe dar forma. Mais tarde filmam, tendo em conta a audiência à qual é dirigida e as características únicas deste canal.

No terreno, Vesta Partovi comenta aspetos interessantes do dia-a-dia na produção de histórias para o Snapchat. Segundo esta profissional, a equipa de trabalho ideal para criar uma peça de Snapchat é composta apenas por três pessoas: um operador de câmara, um locutor e um produtor. O produtor em determinados casos, também pode duplicar funções e encarregar-se de filmar a história. São equipas curtas mas esta é a chave, uma grande cultura colaborativa e multidisciplinares. Tem que ser assim já que muitas das histórias com as quais trabalham nascem nas distintas redações da NPR.

Aplicando esta política de trabalho, foram criadas peças muito valiosas sobre temas tão diversos como, a tecnologia aplicada aos ciclos menstruais da mulher, as primárias no estado do Colorado ou a sua série de peças intituladas “meme of the week

Apesar de não estar no grupo de eleitos que mostram as suas histórias através do Discover  (ESPN, CNN ou Mashable, entre outros), as histórias da NPR estão a alcançar uma comunidade de utilizadores substancial e muito ativa (uma peça recente onde pediam a opinião aos seus snapchatters acerca do rumo que deveria tomar a NPR no Snapchat obteve cerca de 13.ooo visitas e 300 respostas)

Desde o seu lançamento em 2011, o Snapchat evoluiu até se converter numa opção perfeita para os meios de comunicação alcançarem uma audiência muito jovem, aplicando técnicas como o storytelling. O facto de um meio tão tradicional como a rádio pública tenha sabido compreender e adaptar-se deveria ser uma motivação para qualquer outro meio para experimentar o Snapchat.

A segurança e saúde de todos é a nossa prioridade. Por favor, leia atentamente as informações neste link sobre a prevenção da COVID-19 antes de entrar nos nossos escritórios para qualquer visita, reunião ou evento.