Campanhas que se adaptam às épocas de crise

Vamos tentar reunir neste artigo alguns exemplos de campanhas que estão a funcionar bem no contexto em que vivemos atualmente. Esta é, precisamente, a primeira coisa que deveríamos ter em conta em qualquer momento: em que situação está o target dessa campanha tão inovadora que temos em mente?

É muito complicado não ver nenhum aspeto positivo na crise que estamos a atravessar devido ao SARS-CoV-2, mas cingindo-nos estritamente ao papel de um responsável de marketing que tem de cumprir o seu trabalho, provavelmente esta será uma das raras ocasiões em que o mundo inteiro está a viver a mesma experiência de forma simultânea.

A partir do perfil do Twitter da Ipsos España destaca-se precisamente isso sobre a campanha do Ikea Espanha: como adaptaram a estratégia de comunicação à nossa situação de isolamento social? Dada a natureza da empresa em questão, a campanha centra-se em casas, ou melhor dizendo, em lugares, lançando uma agradável mensagem sobre um lugar onde todos nos sentimos protegidos. Uma ideia simples, adaptada tanto ao produto que vende a marca como à situação de potenciais clientes.

 

No caso da Nike, uma empresa de equipamento desportivo que geralmente utilizamos ao ar livre ou em grandes instalações desportivas, seguramente existiu alguma reflexão para chegar à campanha certa. Apesar do único foco possível fosse incentivar a prática de desporto no interior de nossas casas, o que  muitos procuram agora são os vídeos adequados para o fazer. Assim nasce a ideia que a Nike teve ao lançar a campanha “Play inside, Play for the world”, onde fornece uma biblioteca gratuita de 185 treinos pensados para diferentes níveis físicos.

E tudo isto sem negligenciar a sempre muito importante (mais ainda agora) responsabilidade social da empresa. Outro dos pilares da campanha foi a doação de 15 milhões de dólares para a luta contra o Coronavírus. Sem esquecer que a própria campanha, ao fomentar o desporto em casa, cumpre uma tarefa de sensibilização social.

Terminamos o artigo com o que poderia chamar-se de “aproveitar o dom da oportunidade” (nunca sabemos se estava tudo combinado previamente). Ocorreu, como tantas outras coisas, nos Estados Unidos da América, na área de Pittsburgh. Uma imagem de uma mulher mais velha tornou-se viral e, supostamente (a partir de aqui tudo é supostamente), aproximou-se da sua janela com um papel escrito com uma mensagem clara: “Preciso de mais cerveja”. Os responsáveis das redes sociais de uma marca americana foram inteligentes e fizeram bem o seu trabalho de monitorização e repararam que a marca da lata da cerveja que a idosa tinha na mão era sua! Imediatamente surgiu a ideia de fazer chegar à senhora um carregamento da sua bebida tão preciosa. “Bebi uma cerveja todas as noites”, comentava a protagonista. E o resultado?


Um desejo cumprido, uma nova foto da senhora com a sua bebida e muita publicidade viral e gratuita para a marca de cerveja. A isto chamamos o dom da oportunidade! Supostamente (upps)!

A segurança e saúde de todos é a nossa prioridade. Por favor, leia atentamente as informações neste link sobre a prevenção da COVID-19 antes de entrar nos nossos escritórios para qualquer visita, reunião ou evento.