O blog como negócio em si mesmo

4719678156_3b07b42c7f_z

Costumamos falar do blog como uma ferramenta perfeita para o marketing de conteúdos, ou como hub de informação sobre a nossa empresa ou atividade. No entanto, cada vez mais se denota uma tendência que parece estar no bom caminho: fazer de um blog um negócio em si. Este é o caminho a que percorrem os bloggers mais poderosos, por exemplo, nos EUA: baseiam o seu negócio na disponibilização de algumas peças gratuitas, sendo que os restantes conteúdos apenas estão disponíveis para subscritores.

O modelo de subscrição, bom ou mau?


O termo subscrição de conteúdos não origina, por norma, reações muito positivas. Pagar para ler? na Internet? Ao existir tanta informação disponível, sem qualquer gasto além da conexão à rede e de um dispositivo que aceda à mesma, parece que pagar por um aceso a conteúdos é algo impopular.

Para que um modelo de subscrição seja digno de análise, deve basear-se numa de três condições possíveis (ou em todas):

  • Ser uma voz única e reconhecida sobre algum tema ou nicho.
  • Dispor de seguidores que leiam os conteúdos.
  • Ser leal aos seus leitores e subscritores, fundamentalmente.

Na sua essência, significa dar aos seus subscritores algo único, que não possam encontrar “por aí”, e que esteja perfeitamente ajustado às suas necessidades. Claro que isto é possível se falarmos de um nicho, não de uma temática generalista. Não podemos obter receitas vinda de muitos leitores, mas podemos obter muitas receitas de poucos leitores especializados.

A verdade é que existe um dilema interessante: se quisermos converter o nosso blog numa profissão, devemos pensar a priori que este que terá pouca audiência (quem sabe muito menor da que teria se abríssemos a temática, publicando muito mais e facultando todos os conteúdos grátis).
Se mantivermos uma audiência mais limitada, embora mais especializada, se oferecemos valor (algo diferenciador), então a opção de subscrição passa a ser viável. Mas nesse momento coloca-se a outra pergunta chave: qual é o preço a aplicar?

Foto | bark

A segurança e saúde de todos é a nossa prioridade. Por favor, leia atentamente as informações neste link sobre a prevenção da COVID-19 antes de entrar nos nossos escritórios para qualquer visita, reunião ou evento.